Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

Institucional

Agentes da CORE concluíram com êxito um treinamento na "Escuela de Guias y Adiestramiento Canino" da Polícia Nacional da Colômbia

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
16/12/2017 23h05 - Atualizado em 16/12/2017 23h05

Dois agentes da Coordenadoria de Recursos Especiais da Polícia Civil (CORE) - acabaram de concluir com êxito um treinamento na "Escuela de Guias y Adiestramiento Canino" da Polícia Nacional da Colômbia.

Regressam ao Rio de Janeiro nos próximos dias, após terem passado por três meses de treinamento em período integral e sistema de internato, concluído na data de hoje, trazendo dois cães de faro altamente treinados para integrarem o canil da CORE.

Após passarem por um curto período de adaptação no Rio de Janeiro, os novos cães da Polícia Civil, LORD e ADRANA, estarão aptos a participarem de todas as ações policiais no Estado.

O envio dos policiais à Colômbia foi uma iniciativa da Delegacia Especializada em Armas, Munições e Explosivos (DESARME) e da Coordenadoria de Recursos Especiais (CORE ) para se especializarem em treinamento de alto nível de cães policiais, para que passem a formar novos cães de faro de drogas, armas, munições e explosivos.

Os cães são uma importante ferramenta de trabalho para que os policiais civis da DESARME consigam identificar carregamentos ilícitos de armas, munições e explosivos no Estado do Rio de Janeiro, evitando que eles cheguem às mãos dos criminosos.

A “Escuela de Guias y Adiestramiento Canino Agente Alvaro Rojas Ahumada”, com origem em 1962, é responsável por capacitar cães e guias do Exército Colombiano, Polícia Nacional da Colômbia, Força Aérea Colombiana, Fiscalização Aduaneira e diversas instituições de outros países, formando cães detectores de narcóticos, armas, munições explosivos, busca de animais silvestres, busca e resgate de pessoas, dentre outras atribuições, sendo reconhecida internacionalmente como referência no cenário de cães empregados por forças de segurança.