Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube Player

Notícias

Ação integrada prende 16 pessoas envolvidas com roubos de carga na Baixada

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
01/02/2018 21h58 - Atualizado em 01/02/2018 21h58

A Polícia Civil do Rio, em ação integrada com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Polícia Federal (PF), fez uma operação na manhã desta quinta-feira para prender criminosos envolvidos com tráfico de drogas e roubo de cargas, na Baixada Fluminense. De acordo com o delegado titular da 64ª DP (São João de Meriti), Moisés Santana, a operação foi batizada de “Barba Negra” em uma referência aos piratas, que foram os primeiros ladrões de cargas. Como saldo, foram presas 16 pessoas e apreendidas cinco armas de fogo. Houve reação dos bandidos e três deles morreram no confronto com agentes. Eles foram socorridos em uma UPA, mas não resistiram aos ferimentos.

No total, essa operação conjunta na Baixada contou com cerca de 350 homens da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), Delegacia de Combate às Drogas (DCOD), 64ª DP, PRF e PF e teve como objetivo cumprir 60 mandados de prisão e 85 mandados de busca e apreensão. “O roubo de cargas vem sendo o carro-chefe das facções criminosas, dos traficantes de drogas. Através dessas ações eles lucram para poderem se armar. E os receptadores são vinculados com essas facções”, explicou o titular da 64ª DP, Moisés Santana. O delegado-assistente da DCOD, Vinícius Domingos, explicou que o principal destino das cargas roubadas é o Parque Roseiral, em Belford Roxo. “Por isso que as investigações, iniciadas há cinco meses, se deslocaram de São João de Meriti para outro município, onde era o destino final”.