Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Policiais da DHNSG prendem homem acusado de ter matado a facadas a ex-namorada grávida que não queria prosseguir com o relacionamento

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
12/09/2018 18h35 - Atualizado em 12/09/2018 18h35

Policiais da Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) prenderam, na segunda-feira (10/09), Márcio Pereira Eleutério, acusado de feminicídio cometido contra a ex-namorada, Alessandra Martins Tolentino.

A investigação da DHNSG indicou que, no dia 05/08/2017, Alessandra foi morta em seu apartamento com diversas facadas desferidas por Márcio. Na ocasião, Márcio filmou a vítima agonizando, tentando, com isto, ludibriar a Polícia Civil com uma versão de que teria socorrido a vítima. A investigação da DHNSG evidenciou que a motivação do crime teria sido o fato da vítima estar grávida e não querer dar continuidade ao relacionamento com Márcio.

Márcio foi ouvido diversas vezes em sede policial, tendo contado versões distintas em cada um de seus depoimentos, tendo, inclusive, tentado atribuir a autoria a outras pessoas. Ao longo da investigação, ficou claro que ninguém, com exceção do autor, esteve no apartamento de Alessandra para cometer o assassinato.

Igualmente, a perícia de local de crime da DHNSG constatou que, logo após o cometimento do feminicídio, no apartamento de Márcio, o chão e as roupas do autor foram lavados.

Procedendo ao uso do luminol e das perícias de praxe, ficou claro que Márcio tentou atrapalhar as investigações, ocultando provas do crime. E no ato de seu interrogatório, Márcio demonstrou frieza e indiferença por ter cometido o crime.