Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Agentes da DCOD prendem miliciano que se passava por policial de delegacias especializadas para extorquir comerciantes

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
03/12/2018 14h30 - Atualizado em 03/12/2018 14h30

Agentes da Delegacia de Combate às Drogas (DCOD) prenderam, segunda-feira (03/12), na Praia de Mauá, em Magé, na Baixada Fluminense, Davi Liberato de Araújo, contra o qual pendiam dois mandados de prisão, um dos quais oriundo de inquérito policial da própria especializada.

Davi se passava por agente da DCOD e de outras delegacias e, de posse de camisa; carteira; distintivo e mandados de busca e apreensão falsos, extorquia comerciantes, sendo todos esses objetos encontrados em poder de Davi, além de um Renault Sandeiro roubado na circunscrição da 54ª DP (Belford Roxo), utilizado como viatura descaracterizada para a prática dos crimes.

Na semana passada, imagens de Davi trajando camisa da polícia civil circularam nas redes sociais e os policiais da DCOD iniciaram uma investigação, que resultou na referida prisão.

Davi havia sido preso em 2008 por conta de uma tortura contra um jornalista do Jornal O Dia no interior da favela do Batan, em Realengo, na Zona Oeste, e estava em liberdade condicional.