Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Sepol e Petrobras realizam ação para coibir roubo de derivados de petróleo em oleoduto

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
25/03/2019 12h32 - Atualizado em 25/03/2019 12h32


A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da Coordenadoria de Recursos Especiais (Core), em ação conjunta com a Petrobras e sua subsidiária Transpetro, realizou na madrugada dessa segunda-feira (25/03) ação para impedir que criminosos roubassem derivados de petróleo em um oleoduto da Transpetro. O crime ocorreu nas proximidades do km 57, do Arco Metropolitano, na Baixada Fluminense.

As áreas de inteligência das empresas identificaram uma queda de pressão nos dutos da região, apontando uma possível ligação clandestina, e comunicaram o fato para a Sepol acionando os agentes da Core. O esquema consiste na subtração de derivados de petróleo a partir de uma perfuração dos dutos de transporte.

Equipes da Coordenadoria foram para o local indicado com agentes por terra e apoio do helicóptero. Durante a ação foi constatada uma movimentação de caminhões no acesso ao duto monitorado, escoltados por um veículo com criminosos armados.

De acordo com os agentes, os veículos mantinham suas luzes apagadas enquanto trafegavam na localidade, com o objetivo de não alertar às forças policiais para a prática do crime. Ainda segundo os policiais, ao perceberem a presença da aeronave, os criminosos fugiram nos veículos em direção ao Arco Metropolitano.

Um caminhão foi interceptado e o motorista capturado em flagrante. Ele foi conduzido à Cidade da Polícia para prestar esclarecimentos. Peritos da Sepol estiveram no local para realização de análise que possa comprovar a ligação clandestina.

De acordo com a Transpetro, o telefone 168 funciona 24h por dia para que a população entre em contato em casos de denúncias e problemas no entorno das unidades e das faixas de dutos da companhia.