Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

SEPOL, PRF e Receita Federal apreendem cerca de 800 mil maços de cigarros contrabandeados

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
25/04/2019 16h38 - Atualizado em 25/04/2019 16h38

Cerca de 800 mil maços de cigarros contrabandeados para o Rio de Janeiro foram apreendidos, nesta quinta-feira (25/04), durante operação desencadeada pela Policia Civil, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal e funcionários da Receita Federal. Os agentes interceptaram o material em um caminhão baú, na Via Dutra, em Seropédica.

Os cigarros paraguaios da marca GIFT estavam escondidos atrás de caixas de ovos de galinha que serviam para ocultar o carregamento ilícito e tentar ludibriar a ação policial.

Em depoimento, o motorista do caminhão, Neurisvaldo Galvão Andrade, 43 anos, confessou que havia recebido a quantia de R$ 4 mil para entregar o carregamento de cigarros no Mercado São Sebastião, na Penha.

O veículo e todo o carregamento de cigarros contrabandeados foram apreendidos no depósito da Receita Federal e o condutor foi autuado em flagrante na 22ª DP (Penha) pelo crime de contrabando.

Segundo as informações, a venda ilegal de cigarros contrabandeados se tornou uma das mais importantes fontes de lucro ilícito de milicianos e narcotraficantes.

A carga é avaliada em cerca de R$ 2 milhões e o prejuízo evitado ao erário, em termos de impostos que deveriam ser recolhidos, gira em torno dos R$ 4 milhões.

Segundo a Receita Federal, a sonegação de impostos com cigarros vindos do Paraguai fica na casa de R$ 9 bilhões por ano, além dos prejuízos incalculáveis para a saúde da população.