Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Sepol prende traficante e integrante da maior quadrilha especializada em roubos a residências de alto padrão em Niterói

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
14/08/2019 12h27 - Atualizado em 14/08/2019 12h27

Policiais Civis da 78ª DP (Fonseca) prenderam através de cumprimento de 6 mandados de prisão preventiva, nesta terça-feira (13/08), em um condomínio de classe média, na Rua Lopes da Cunha, no Fonseca, em Niterói, Rodrigo Carlos dos Santos, conhecido como “Guety”, pelos crimes de roubo majorado e tentativa de homicídio.

Em um trabalho refinado de investigação os agentes da Delegacia do Fonseca produziram informações privilegiadas de inteligência que revelaram a localização de Guety, após procurar abrigo no apartamento dos avós da namorada para tratar um ferimento.

Rodrigo Carlos foi baleado na perna durante troca de tiros com Policiais do Batalhão de Choque, na manhã dessa segunda-feira (12/08), no Complexo do Viradouro, quando tentava fugir de um cerco à comunidade.


"Guety" é um dos integrantes da Organização Criminosa que vinha aterrorizando os moradores de condomínios de Niterói nos últimos anos, responsável por dezenas de roubos a residências de alto padrão em Pendotiba e na Região Oceânica de Niterói. A principal característica dos assaltantes era ingressar nas residências durante a madrugada pelas matas que margeiam os condomínios, e após renderem os moradores os tratavam com extrema e desnecessária violência, empregando fuzis, pistolas e granadas nas suas ações.

Detentor de uma ficha policial com 17 anotações criminais que vão de tentativa de homicídio a roubo majorado e tráfico de drogas, “Guety” ocupava atualmente posição de destaque na hierarquia do tráfico de drogas, da comunidade da Grota do Surucucu, em Niterói, figurando como um dos chefes da Comunidade.

O preso será encaminhado ao sistema prisional onde permanecerá preso e ficará à disposição da Justiça.