Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Sepol e MP prendem em flagrante vereador que solicitou dinheiro para evitar impeachment de prefeito

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
07/03/2020 19h45 - Atualizado em 07/03/2020 19h45

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol), por meio da Coordenadoria de Investigação de Agentes com Foro (CIAF), e o Ministério Público Estadual (MP-RJ), por meio do Grupo de Atribuição Originária Criminal da Procuradoria-Geral da Justiça (GAOCRIM), prenderam em flagrante, neste sábado (07/03), um vereador de Volta Redonda. O parlamentar foi preso no momento em que receberia a quantia R$ 325 mil reais, supostamente para evitar o impeachment do prefeito de Volta Redonda. Ele estava em um carro alugado com placa adulterada.

A CIAF e o GAOCRIM apuram a denúncia de que três vereadores teriam cobrado uma grande quantia em dinheiro, mais um valor que deveria ser pago mensalmente para não estimular o impeachment, que foi votado essa semana. O prefeito informou aos agentes que teria conseguido gravar, por meios próprios, a solicitação do valor feita na semana passada.

As gravações feitas pelo prefeito, além de anotações de valores realizadas pelo vereador, entre outras provas coletas estão sendo analisadas. O vereador foi conduzido para a unidade, onde prestou depoimento. Ele foi autuado em flagrante pelos crimes de corrupção passiva e adulteração de sinal identificador de veículo automotor.

As investigações prosseguem para esclarecer todas as circunstâncias do caso. O prefeito e os outros dois vereadores também serão ouvidos.