Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Draco prende miliciano acusado de extorsão a empresas de telefonia

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
15/05/2020 15h16 - Atualizado em 15/05/2020 15h16

Policiais da Delegacia de Repressão às Ações Criminosas Organizadas (DRACO) realizaram, nesta quinta-feira (14/05), a prisão de um integrante de uma organização criminosa da milícia acusado de extorsão a empresas de telefonia. Ele foi preso em flagrante no momento em que recebia o dinheiro referente ao pagamento das extorsões.

A investigação apontou que o criminoso integra a quadrilha do miliciano Wellignton da Silva Braga, o Ecko, que atua no bairro de Campo Grande, na Zona Oeste do Rio. O preso era responsável por realizar as cobranças às empresas de telefonia para permitir o funcionamento das antenas na região.

Ainda segundo o apurado, as antenas eram bloqueadas com a instalação de cadeados e o funcionamento interrompido, com corte de energia, interferindo na disponibilização do serviço para a população local, caso as extorsões não fossem pagas. A quantia precisava ser paga mensalmente aos criminosos para evitar interrupção no serviço para a população local.

Com o criminoso, os policiais apreenderam uma pistola .40 com numeração raspada. Ele vai responder pelos crimes de porte de arma de fogo com numeração suprimida, milícia privada e extorsão.