Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Polícia Civil cumpre mandados de busca e apreensão contra organização criminosa que pratica estelionato e lavagem de dinheiro usando linha de crédito concedida a contas falsas

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
30/09/2020 07h34 - Atualizado em 30/09/2020 7h47

A Secretaria de Estado de Polícia Civil, por meio do Departamento-Geral de Combate à Corrupção, ao Crime Organizado e à Lavagem de Dinheiro (DGCOR-LD), com o apoio do Departamento Geral de Polícia Especializada (DGPE), realiza a "Operação Celulose", na manhã desta quarta-feira (30/09), para cumprimento de 15 mandados de busca e apreensão contra um grupo acusado pelos crimes de organização criminosa, lavagem de dinheiro, falsificação de documentos e estelionato. As ações estão acontecendo em endereços localizados em diversos bairros da capital do Rio de Janeiro.

As investigações iniciaram em 2014, após serem constatadas movimentações atípicas em contas bancárias de empresas de reciclagem. Foram solicitados ao COAF os Relatórios de Inteligência Financeira (RIFs) e quebra do sigilo fiscal, com autorização da Justiça. Os agentes realizaram um trabalho de inteligência, monitoramento e identificaram o grupo, suspeito de movimentar mais de R$ 20 milhões por meio de fraudes com uso de cartões que concediam linha de crédito para compra de materiais de construção e em transações financeiras utilizando laranjas e as empresas de fachada para lavagem de dinheiro ilícito.

Dois gerentes de bancos são apontados como integrantes da organização. Eles criavam contas falsas em nome de laranjas e utilizavam a linha de crédito concedida por meio do cartão para recebimento do dinheiro das agências bancárias. As buscas de hoje têm como objetivo arrecadar materiais e documentos que possam auxiliar nas investigações e identificações de todos os integrantes do bando.