Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Governo do Estado anuncia investimento e integração entre as polícias Civil e Militar

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
08/10/2020 20h20 - Atualizado em 08/10/2020 20h20

O Governo do Estado anunciou, nesta quinta-feira (08/10), a mobilização de toda a sua estrutura em prol da segurança pública, além de investimentos para o trabalho de integração e inteligência das secretarias estaduais de Polícia Civil e de Polícia Militar. Entre as propostas estão a aquisição de equipamentos de tecnologia, dois novos helicópteros e reforma e ampliação do hangar da Polícia Civil.

Um dos investimentos para aprimorar os trabalhos dos agentes será na parte de inteligência. De acordo com o secretário de Estado de Polícia Civil, delegado Allan Turnowski, as ações integradas permitirão mais efetividade no combate ao crime e melhorarão a sensação de segurança aos cidadãos.

- É necessário que as Delegacias de Polícia e Batalhões da Polícia Militar trabalhem de forma integrada nas grandes operações e no combate aos crimes de bairro, como assalto a pedestres, roubo de automóveis e outros crimes. Agora, com o fortalecimento da nossa integração, quando a PM encaminhar um detido para a DP, todo o seu passado será levantado. Ao invés de ele ser preso por um crime, será por todos os que cometeu - declarou o secretário de Estado de Polícia Civil, Allan Turnowski.

A Polícia Civil também receberá dois novos helicópteros blindados, equipados com câmeras de visão noturna e de reconhecimento térmico. Outro importante investimento será a reforma do hangar da Sepol. O local será ampliado e modernizado e terá e um segundo andar para alojamento e setor administrativo.

- A ida do governador e todos os secretários aos órgãos de segurança é um marco na história da importância que se dá a segurança pública nesse momento. É a demonstração inequívoca de que dar tranquilidade à população é a maior cobrança e a maior diretriz, hoje, no anseio da nossa sociedade - finaliza Allan Turnowski.