Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Polícia Civil apresenta armas utilizadas no assassinato de contraventor e identifica suspeitos pelo crime

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
18/11/2020 19h32 - Atualizado em 18/11/2020 19h32

A Secretaria de Estado de Polícia Civil (Sepol) apresentou, nesta quarta-feira (18/11), as armas usadas para matar o contraventor Fernando Iggnácio. Quatro fuzis e outros materiais foram apreendidos durante as diligências. Quatro suspeitos investigados por envolvimento no crime também foram identificados.

As informações sobre o caso foram repassadas pelo secretário de Estado de Polícia Civil, delegado Allan Turnowski; o subsecretário de Planejamento e Integração Operacional, delegado Rodrigo de Oliveira; o Assessor Especial de Assuntos Estratégicos, delegado Ronaldo Oliveira; o diretor do Departamento-Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP), delegado Roberto de Souza Cardoso; e pelo titular da Delegacia de Homicídios da Capital (DHC), delegado Moysés Santana.

- Essa resposta, em uma semana, com armas apreendidas, três suspeitos em processo de identificação e um identificado é uma demonstração muito clara de que o Estado é mais forte do que qualquer organização criminosa - disse o secretário de Polícia Civil, delegado Allan Turnowski.

O contraventor foi morto no dia 10 de novembro deste ano. As investigações continuam para localizar e prender os acusados pelo crime.