Logotipo da Polícia Civil do Estado do Rio de Janeiro Logotipo do Facebook Logotipo do Twitter Logotipo do Instagram Logotipo do YouTube

PCERJ em Ação

Operação da Polícia Civil na Baixada Fluminense termina com oito pessoas presas e um menor, armas, drogas e veículos apreendidos

Fotos: Divulgação

ASCOM - Assessoria de Comunicação
10/08/2018 18h39 - Atualizado em 10/08/2018 18h53


Equipes da Delegacia de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF), Delegacia de Homicídios da Capital (DH-Capital), Delegacia de Homicídios de Niterói e São Gonçalo (DHNSG) e Coordenadoria de Recursos Especiais (Core) desencadearam, na sexta-feira (10/08), a Operação Soberania, no complexo de favelas de Santa Tereza, em Belford Roxo, na Baixada Fluminense.

Na ação foram presas oito pessoas; um menor foi apreendido; seis veículos recuperados; três pistolas apreendidas; uma espingarda; uma espingarda calibre 12; 90 papelotes de crack; farta quantidade de maconha; uma capa de colete tático da PMERJ; caderno de anotações do tráfico e dois rádios comunicadores.

A operação visava cumprir mandados de prisão e busca e apreensão da investigação da DHBF que apura a morte de Michael Gomes Euzébio, de 27 anos, ocorrida no último dia 19/06, no bairro Bom Pastor, comunidade Santa Tereza, em Belford Roxo.

Durante a investigação foram obtidos mandados de busca e apreensão coletivos em uma das regiões da comunidade Santa Tereza, Belford Roxo.

Foram presos, Gustavo da Silva Gabriel (associação para o tráfico); Edson dos Santos Silva Júnior (associação para o tráfico); Wendel Bonfim da Silva (associação para o tráfico); Thiago Henrique Quintanilha Paixão (associação para o tráfico); Leonardo Domingo Silva dos Santos (receptação de moto roubada); Everton Louzada (mandado pendente de roubo de carga); menor (mandado de apreensão pendente por roubo); Admilson Ananias (mandado pendente por tráfico de drogas) e Adriano de Souza (evadido. Porte de Arma).

Os veículos recuperados foram um Etios; Bongo; Hb20; Punto; Argo (não emplacado) e um Corolla. Os alvos da operação, Michael Pinto de Melo, conhecido como “Kim”, de 26 anos, e Geonário Fernandes Pereira Moreno, o “Coroa” ou “Baiano”, de 35 anos, não foram localizados e se encontram foragidos.

A operação faz parte das ações repressivas de combate aos homicídios ocorridos nas cidades Belford Roxo e São João de Meriti.